No município de Açailândia, uma situação inusitada tem chamado a atenção da população local. Candidato a vereador pela coligação “Para o Trabalho Continuar”, o gerente-administrativo Pedro Araújo (PCdoB) propôs a doação de metade de salário de vereador caso seja eleito. A informação é do Maranhão em Foco.

Segundo o documento protocolado pelo candidato, a doação será feita à instituições de caridade durante todo o mandato parlamentar, que é de quatro anos, por meio de sorteio e rodízio.

O compromisso foi registrado em cartório, na última segunda-feira 22, por meio de uma “Declaração Pública”.

Ao comentar sobre a proposta, o comunista aproveitou para desafiar os demais candidatos, principalmente os que disputam a reeleição, a também doarem metade de seus salários para instituições de caridade de Açailândia.

“Eu penso que o salário de um vereador deveria ser diminuído, mas para que isto ocorresse teria de ser apresentado um projeto e, eventualmente, passar pela aprovação de todos [da Câmara]. A mudança precisa começar por cada um fazendo sua parte, por isto meu compromisso de doar 50% do meu salário para que seja devidamente utilizado para o bem do povo. E vamos fiscalizar como o dinheiro será utilizado pelas entidades para garantir que o recurso será aplicado da forma devida. Inclusive, proponho aos colegas que disputam uma vaga, principalmente os já eleitos, que tomem a mesma atitude”, disse.

Pedro Araújo concorre à Câmara Municipal de Açailândia junto com outros 199 candidatos a uma das 17 vagas no Poder Legislativo municipal.