BURITI BRAVO | Professores fazem paralisação e exigem cumprimento da Jornada do Magistério

A JORNADA DO MAGISTÉRIO É LEI E PRECISA SER RESPEITADA

Em Assembleia acontecida no dia 20 de fevereiro, a categoria dos profissionais em educação de Buriti Bravo, em sua maioria professores, decidiu paralisar por dois dias a fim de que a administração municipal reveja o mapeamento destinando 16 aulas aos professores de sua rede educacional.

Por iniciativa da União dos Dirigentes Municipais da Educação – UNDIME – em orientar Secretários Municipais de Educação procedendo alteração da jornada de trabalho dos professores, estabelecendo hora/aula com duração de 60 minutos ou, ainda, aumentar para 16 o número de aulas semanais, com duração de 45 ou 50 minutos, tendo por base Nota Técnica do Ministério Público Estadual e no Parecer 18/2012 do Conselho Nacional de Educação (CNE), foram retirados dos professores em Buriti Bravo, até o momento, direitos adquiridos, ao longo do tempo.

Conforme o SINPROESEMMA – Sindicato dos Profissionais em Educação do Estado do Maranhão, a Lei do Piso (11.738/2008) estabelece o quantitativo de 1/3 da jornada para atividades extraclasses.

Mesmo a UNDIME e FAMEM tentando mostrar o contrário, é fato que nota Técnica e Parecer constituem-se orientação/recomendação, não tendo, portando, força de Lei.

A classe ainda defende que os argumentos e interpretações utilizados pelos Gestores são equivocados e não têm embasamento legal, até porque, historicamente no Brasil, a duração da hora/aula dos professores nas redes públicas, varia entre 45 e 50 minutos.

Alguns professores estiveram pelo centro comercial de Buriti Bravo distribuindo panfletos e explicando à população o porquê da paralisação. Estes ainda informaram que os dias paralisados serão pagos, de modo a não haver prejuízo para os alunos e consequentemente para o município, principalmente, levando em conta, que na Zona Rural as aulas ainda não começaram e que algumas escolas da sede ainda passam por reformas.

O que os profissionais em educação desejam é poder cumprir com seus deveres, mas tendo respeito aos seus direitos.

 

COMENTÁRIOS

VÍDEO | “Sou candidato a prefeito contra o Zé do Óleo. Vamos tirar essa corja do poder”, diz Júnior Costa, bêbado

Não se sabe se a frase dita acima pelo vereador Júnior Costa numa mesa de bar em Colinas é resultado do alto teor etílico que já corria em seu sangue ou se de fato é uma vontade contida do parlamentar ou até mesmo um projeto político guardado desde sempre.

Conforme vídeo acima, o vereador botou pra fora algo que talvez não tenha coragem de dizer em momento sóbrio, já que nunca teve peito de fazê-lo pessoalmente diante do ex-prefeito Zé Henrique.

Certo mesmo é que o parlamentar, movido por alguns copos de cerveja entornados na pré-folia momesca, deve ter acordado com uma baita ressaca.

Deve está procurando até agora uma boa desculpa pra dar pro “Zé do Óleo”, como ele mesmo se refere.

E a culpa, como sempre, vai ser da marvada da cachaça.

COMENTÁRIOS

MATEUS, PRIMEIRO OS MEUS!

Começa a fazer sentido a bondade do governador Flávio Dino com o Grupo Mateus. Há quase dois anos o chefão comunista mandou a Assembleia Legislativa aprovar uma lei com o fim específico, pelo que parece, de beneficiar a maior rede de supermercado do Maranhão e uma das maiores do Brasil.

Explica-se: com a lei aprovada, todas as empresas do Maranhão passaram a pagar alíquota de ICMS no percentual de 17%, uma das maiores taxas do país, enquanto que o poderoso e rico Grupo Mateus paga somente 2%.

Ilson Mateus, o dono, deve ter sorrido de orelha a orelha.

Mas o Mateus já começou a receber as faturas pela bondade do governador.

Do nada a rede supermercadista “decidiu” bancar o carnaval de Colinas, cidade do vice-governador Carlos Brandão e do super secretário Márcio Jerry. Cidade que não tem Supermercado Mateus e onde a loja mais próxima fica em Balsas, distante quase 500 km.

Mas as faturas de cobrança enviadas pelo governo ao Mateus não devem ter só Colinas como endereço e nem devem parar por aí.

Vem aí uma campanha política que promete ser uma das mais acirradas e caras de todos os tempos. Certamente Seu Ilson Mateus já deve está metendo a mãozinha no bolso para contribuir com alguns milhões ao projeto de reeleição de um governador que tanto bem fez à saúde financeira de suas empresas.

Estranhamente o mesmo governador que exime uma empresa rica de pagar impostos no mesmo patamar que uma quitandinha legalizada lá do bairro Serrinha, é o mesmo governador que prega, fora do Maranhão, a taxação de grandes fortunas. Vai ver ele não considera a fortuna do Ilson Mateus lá essas coisas.

Mas voltando ao carnaval de Colinas…

Muita gente deve dizer: “ah, mas os Supermercados Maciel já patrocinaram o carnaval de Colinas e não tem e nunca teve nenhuma loja aqui.” Mas nesse caso há uma diferença: a dona do Maciel é de Colinas e tem laços afetivos e familiares com a cidade.

No caso do Mateus, não.

A rede de supermercado mais poderosa do Maranhão não tem qualquer vínculo com a cidade e seu dono, Ilson, deve ter visto a cidade só do alto, quando passa de avião. Na verdade esse patrocínio assim, do nada, já é o pagamento da dívida contraída lá quando da elaboração da lei do aumento do ICMS. E quem deve tem que pagar, é a regra do jogo.

Vale o ditado: Mateus, primeiro os meus.

COMENTÁRIOS

COLINAS | Falta de transparência da gestão Valmira deixa município irregular e sem condição de celebrar convênios para o Carnaval…

A falta de transparência na gestão da coisa pública pode deixar quase cem municípios do Maranhão sem poder firmar convênios para a realização do Carnaval 2018.

Em atendimento à recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) no que diz respeito ao repasse de transferências voluntárias e legais — com base nas informações sobre o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) em relação aos portais da transparência —, o secretário estadual de Cultura e Turismo, Diego Galdino, baixou portaria em dezembro passado em que exige dos prefeitos a apresentação da certidão emitida pela Corte para a celebração de convênios para as festividades do reinado de Momo.

Segundo levantamento feito pelo Portal ATUAL7 junto ao TCE-MA, apenas 136 prefeitos estão cumprindo o que determina a legislação. O restante, o total de 81 gestores, permanecem na marginalidade.

Iniciado desde o último dia 27, o prazo estabelecido por Galdino para a apresentação da documentação vai somente até o próximo sábado 20.

Para que não haja comprometimento no julgamento das contas da Sectur e do próprio Governo do Maranhão, quem estiver ilegal não poderá receber os repasses do Palácio dos Leões, mesmo que apresente os outros documentos necessários para a celebração do convênio, como o ofício do deputado indicando a emenda parlamentar.

Colinas, administrada pela 80ª melhor gestora do Brasil, segundo a União Brasileira de Avaliação, ocupa o 26º lugar no ranking do TCE de falta de transparência e irregularidades.

É mais uma vitória da administração Valmira e João Haroldo.

“Avante!”

Abaixo, por ordem alfabética, a relação dos municípios que ainda estão irregulares:

Água Doce do Maranhão
Altamira do Maranhão
Alto Alegre do Pindaré
Amapá do Maranhão
Anajatuba
Araioses
Bacabal
Bacabeira
Bacuri
Bela Vista do Maranhão
Benedito Leite
Bom Jardim
Bom Jesus das Selvas
Brejo
Brejo de Areia
Buriti
Buriti Bravo
Buriticupu
Cachoeira Grande
Cajari
Capinzal do Norte
Caxias
Chapadinha
Codó
Coelho Neto
Colinas
Cururupu
Davinópolis
Dom Pedro
Estreito
Formosa da Serra Negra
Fortuna
Gonçalves Dias
Governador Eugênio Barros
Governador Luiz Rocha
Graça Aranha
Jenipapo dos Vieiras
Joselândia
Lajeado Novo
Luís Domingues
Magalhães de Almeida
Mirador
Miranda do Norte
Mirinzal
Morros
Olho d’Água das Cunhãs
Olinda Nova do Maranhão
Palmeirândia
Parnarama
Pastos Bons
Paulino Neves
Peri Mirim
Pindaré-Mirim
Pinheiro
Presidente Sarney
Presidente Vargas
Rosário
Santa Quitéria do Maranhão
Santa Rita
Santana do Maranhão
Santo Antônio dos Lopes
São Benedito do Rio Preto
São Bento
São Bernardo
São Domingos do Maranhão
São Félix de Balsas
São Francisco do Maranhão
São João do Soter
São José dos Basílios
São Mateus do Maranhão
São Pedro da Água Branca
São Roberto
Serrano do Maranhão
Tasso Fragoso
Timbiras
Tufilândia
Tuntum
Turilândia
Tutóia
Vila Nova dos Martírios
Vitorino Freire

Portal Atual7

COMENTÁRIOS

A Vigas não tem do que reclamar…

A empresa Vigas Engenharia Ltda, que detém quase todos os contratos da Prefeitura Municipal de Colinas, não tem do que reclamar. Só em 2017 a empresa que pelo menos no papel pertence a Francisco José Cruz Silva abocanhou da prefeitura colinense mais de R$ 2 milhões de reais.

Além de levar os contratos mais vultosos da prefeitura, a Vigas ainda tem contratos com o Governo do Estado e até com a Prefeitura de São José de Ribamar. O que deixa qualquer um impressionado é como o tímido engenheiro Francisco José conseguiu tamanha proeza.

Em Colinas, pelo visto, só mesmo a empresa de Francisco José, a própria prefeita, seu vice, vereadores, secretários e os mais chegados dos assessores e puxa-sacos  recebem os pagamentos aos quais tem direito no dia certo, sem qualquer atraso. Dinheiro para isso parece não faltar jamais.

Quanto aos professores…

COMENTÁRIOS

Se isso é ser a melhor, como seria então se fosse a pior?

Valmira mandou soltar um vídeo da institucional TV Nova Era em que foi considerada pela União Brasileira de Avaliação (sic) como a 80ª melhor gestora do Brasil. Se verdade, me pego a pensar como não deve ser o município do gestor que ficou no rabo da lista.

Colinas, como se sabe, vive um estado de calamidade pública com ruas esburacadas, lixos por todos os cantos, uma beira rio degradante, caos na saúde com pessoas dormindo nas portas dos hospitais para conseguir consultas, salário de professores atrasados, redução de salário de professores…

Fora tudo isso, não se tem notícia de alguma obra realizada ano passado por Dona Valmira ou qualquer outra ação mais impactante que tenha levado a tal União Brasileira de Avaliação a chegar a essa conclusão. E o pouco que há em Colinas é trabalho do Governo do Estado.

A foto acima é da Rua Rui Barbosa, bem no centro da cidade. O que começou com um pequeno buraco que não foi reparado, hoje virou cratera.

E assim como a Rui Barbosa, dezenas de outros logradouros no centro e em diversos bairros da cidade estão na mesma situação ou até pior.

Mas Dona Valmira prefere se iludir e iludir o povo com essa balela de que está entre os cem melhores gestores do Brasil.

E a cara dela nem treme nas imagens.

COMENTÁRIOS

Valmira começa o ano contando piada…

Numa chata matéria na Tv Nova Era, que mais parece um braço da comunicação da Prefeitura Municipal de Colinas, a prefeita Valmira Miranda se coloca como a 80ª melhor gestora do Brasil, dentre os mais de cinco mil prefeitos avaliados por uma tal União Brasileira de Divulgação.

Quais critérios a “União Brasileiro de Divulgação” utilizou para chegar a essa conclusão, isso só Deus sabe.

Mas certamente não levou em consideração o estado de calamidade pública em que se encontra a cidade, o atraso no pagamento dos salários dos professores e demais servidores da Secretaria de Educação, nem tão pouco o fato de pessoas estarem dormindo nas portas dos hospitais e postos de saúde na esperança de marcar uma consulta para até três meses.

Em meio ao aumento da taxa de iluminação pública já imposto pela prefeita e a tentativa de aumentar outros sete tipos de tributação, vir a público e se colocar como uma das melhores gestora do país não deixa de ser uma tremenda cara de pau de Dona Valmira.

E uma piada e tanto pra esse início de ano.

COMENTÁRIOS

COLINAS | Simproesemma promove ato de repulsa contra prefeitura por atraso no pagamento de salários dos servidores remunerados pelo FUNDEB

Nesta segunda-feira, dia 15 de janeiro, a partir das 7h da manhã, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação – Simproesemma, realizará na Praça Dias Carneiro, no centro da cidade, um Ato de Repulsa contra o atraso no pagamento dos salários dos servidores remunerados pelo FUNDEB.

O ato contará com a presença da presidente do Simproesemma/Colinas, Ana Paula Sousa, de professores e demais prestadores de serviços da educação municipal, além da sociedade em geral que está sendo convidada a participar do evento pelo sindicato.

De acordo com Ana Paula, a prefeita ainda não pagou os salários de dezembro de 2017 dos professores efetivos, dos contratados, dos vigias e das merendeiras, mesmo o Governo Federal já tendo creditado os valores desde o dia 29/12, alegando que houve diminuição em cerca de R$ 4 milhões no ano dos valores que eram repassados.

Ainda segundo Ana Paula, o sindicato acompanha mês a mês os repasses do FUNDEB e nunca faltou dinheiro para honrar com o pagamento dos salários dessa importante categoria. “Se a prefeita não paga é porque não quer, mas não por falta de dinheiro”, afirma.

Ameaça

Como forma de inibir ou intimidar os profissionais da educação que pretendem participar do ato, representantes da prefeitura municipal fizeram chegar aos membros do sindicato que o professor que aderir ao movimento terá o ponto cortado e consequentemente o desconto na folha de pagamento.

“Dessa vez não tem ameaça de corte de ponto ou de aula. Nada vai nos intimidar. Agora é a hora dos professores, merendeiras e vigias e de todos os profissionais remunerados pelo FUDENB. Não estamos de brincadeira e vamos pra luta reivindicar nossos direitos”, disse Ana Paula.

COMENTÁRIOS

BURITI BRAVO | Servidores públicos da educação e vigias estão com seus salários atrasados…

Com salários atrasados, vigias amanheceram na porta da casa do secretário de Educação

Enquanto professores, zeladores e vigias estão com seus salários atrasados, o titular da pasta, Sebastião Costa, que é irmão do prefeito Cid Costa, parece não ter nenhum tipo de problema com relação a isso.

Desesperados com o atraso no pagamento de seus salários, ontem (12), um grupo de vigias contratados foi fazer uma visitinha nada cortês ao comandante da educação em seu novo imóvel avaliado em cerca de mais de R$ 300 mil para cobrar o pagamento de seus salários.

Conforme informações, os trabalhadores foram cobrar o pagamento referente aos meses de outubro e novembro  de 2017. Ainda segundo fontes de Buriti Bravo, os professores concursados da rede municipal de ensino estão com o  13° de 2017 atrasado, uma parte das férias vencidas e sem saber se vão receber a outra parte que vence no mês de fevereiro.

Os professores reclamam também que o secretário ainda não pagou o retroativo do reajuste do piso salarial referente a janeiro e fevereiro de 2017, que segundo o próprio Secretário, seria pago junto com o mês de dezembro, fato que não aconteceu, deixando centenas de funcionários incertos quanto ao cumprimento dos direitos que lhes são devidos.

Com a palavra o secretário Sebastião Costa e seu irmão, o prefeito Cid Costa.

Cid Costa, prefeito de Buriti Bravo: será se ele sabe que o irmão-secretário não tá pagando os servidores?
COMENTÁRIOS

Duarte Júnior na versão ShokTox…

Protagonista das mais bizarras cenas públicas das últimas semanas, superintendente do Procon-MA entra na galeria das figuras folclóricas da política maranhense, o que pode comprometer seu projeto de ser deputado

 

NO TELHADO. Duarte Júnior na foto que ganhou na Internet; pra que diabos mesmo serviu esta imagem?!?

Shoktox é o nome do ingênuo palhaço que o hoje superintendente do Procon-MA, Duarte Júnior, encarnava em um programa infantil da TV Maranhense na década de 90.

Hoje, Duarte – homem feito e com projeto político definido – não suporta sequer ouvir falar do personagem que encarnou com destaque.

Tanto que é quase impossível encontrar registros do programa, exibido com relativo sucesso

Protagonista das grosserias proferidas contra autoridades que discursavam quinta-feira, 11, na entrega da duplicação da BR-135, Duarte Júnior poderia até passar incólume das críticas fosse só esta sua traquinagem.

BIANKA & CIA. Cenas do programa infantil; ShokTox desapareceu da Internet

Mas, nas última semana, ele foi personagem principal de cenas dignas de sub-celebridades em busca de fama.

Participou de bate-boca violento e agressivo com o ex-vereador Paulo Roberto Pinto, o Carioca, em pleno salão de beleza no Calhau.

Depois, eis que aparece trepado no telhado da sede do Viva Cidadão, na avenida Beira-Mar, sabe-se lá com que objetivo.

Jovem, arrojado, Duarte Júnior pretende disputar uma vaga na Assembleia Legislativa como um dos homens de frente do governador Flávio Dino (PCdoB).

Mas, ao tentar seguir os passos histriônicos do chefe, acaba sendo mais caricato que ele; e isso serve apenas para levá-lo ao ridículo.

E se continuará assim, é sua candidatura que poderá subir no telhado…

Blog do Marco D’eça

COMENTÁRIOS