Educação: Cachimbos, povoado de Jatobá, tem a pior escola estadual do mundo!

Reportagem especial produzida pelo Metrópoles, portal de notícias do Distrito Federal (DF), percorreu três estados (Maranhão, Acre e Sergipe) que tiveram a pior nota no Enem em 2013, 2014 e 2015 para entender a que ponto de abandono precisa chegar uma escola para ser taxada como “a pior do Brasil”.

No Maranhão, a unidade de ensino médio visitada foi o colégio Aluísio Azevedo, que funciona na zona rural do município de Jatobá. A unidade – anexo de Cachimbo, instituição matriz que fica na região urbana do município – teve a menor média nas provas objetivas do Enem em 2014. Segundo um funcionário da regional, “essa escola é como filho que pai colocou no mundo, mas não cria”.

colégio Aluisio Azevedo - pior nota do Enem 2013

colégio Aluisio Azevedo – pior nota do Enem 2015

A visita ao Aluísio Azevedo, diz o Metrópoles, aconteceu há exatamente uma semana, dia 7 de novembro. A gestora da região, Geralda Alves, concordou em receber a equipe e mostrar o espaço, mas, no dia do encontro, sem avisar, chamou um ônibus e levou todos os alunos da escola para a sede, mais bem cuidada e apresentável aos olhos da imprensa.

Os estudantes, porém, questionaram essa atitude, tomaram posse da chave da filial do Aluísio Azevedo e convidaram a reportagem para pegar o ônibus de volta a Cachimbos. Na unidade, mostraram o que o governo estadual – responsável pelo ensino médio – gostaria de esconder: a situação só piorou desde 2014 e está longe de ser uma “Escola Digna”.

colégio Aluisio Azevedo - pior nota do Enem 2013

colégio Aluisio Azevedo – pior nota do Enem 2015

“Antes, o colégio ficava em um prédio um pouco melhor. O lugar onde está hoje é emprestado pelo município e tem menos condições ainda que o anterior de abrigar as turmas. Já sugeri que arrumassem um ônibus para levar os meninos para a sede, mas os gestores da região dizem que não é possível”, admitiu à reportagem o diretor da unidade, Reijunior Soares.

Os alunos do anexo de Cachimbos são agricultores, em maioria. Depois de trabalhar o dia inteiro, eles vão ao colégio à noite para tentar aprender, mas lá não encontram sequer iluminação adequada. Há duas lâmpadas fracas em cada sala e sempre há disputa para sentar debaixo do único ventilador do local, onde a temperatura ultrapassa os 40°C com facilidade.

Escola3

Não há internet, computador e nem carta chega ao bairro. A limpeza também é um problema: não existe funcionário para desempenhar a função, que fica por conta de uma voluntária da comunidade. Banheiros ficam dias sem ver água. Sem biblioteca, os poucos livros didáticos ficam jogados no chão, em um corredor. Como não há salas suficientes, parte das aulas é dada no pátio.

“A gente se sente humilhado numa situação como essa. Trabalho por boa vontade, com fé na mudança, mas tenho até que reaproveitar giz e apagar o quadro com papel higiênico”, diz Feliciana Lima, professora do anexo.

Acesse a reportagem completa do Metrópoles.

Colinas poderá ter dois deputados federais…

Jerry e Brandão

Dois colinenses, Márcio Jerry e Carlos Brandão, devem disputar uma vaga na Câmara Federal. E conforme análises de especialistas no assunto, os dois tem chances reais de serem eleitos.

Se assim acontecer, será um feito inédito no Maranhão e quiçá até no Brasil: uma cidade do interior, com menos de 50 mil habitantes, ter o privilégio de contar com dois deputados federais.

E aí será a vez de Colinas! Ou pelo menos se espera que seja. Nada de obrinhas tipo pracinhas coloridas com banquinhos, parquinhos, balancinhos pra criancinhas, etc. Colinas com dois deputados federais tem que querer mais. Tem que querer muito. Tem que exigir muito!

Logicamente que os dois não serão eleitos só com os votos dos colinenses e terão, também, que olhar pelas outras localidades onde foram votados. Mas como colinenses que são e apaixonados pela cidade como dizem ser, é natural que seus conterrâneos tenham esperança que coisas boas venham de seus mandatos.

Roseana Sarney e o futuro de Flávio Dino

 

Por Nonato Reis

Rose

O ingresso da ex-governadora Roseana Sarney na cena política maranhense lança um jato de luz sobre a sucessão para o Governo do Estado e dá uma dinâmica diferenciada à um quadro que parecia que seria somente Maura Jorge, Roberto Rocha e Flávio Dino assumindo ares de candidatos. Seria, como se diz na gíria, o famoso pule de dez para o comunista, que assim poderia selar mais um mandato como inquilino do Palácio dos Leões.

Com Roseana candidata – e isto agora é uma possibilidade quase concreta, e não apenas discutível – a coisa muda de figura. Antes de ela confirmar o desejo de ir para a disputa – coisa que o fez dia 05/11 ( em reunião com jornalistas -, um outro político havia emitido sinal de que poderia também concorrer: Maura Jorge.

Na verdade, com Roseana no jogo, é provável que ela atraia para si Roberto Rocha lá na frente, já Maura Jorge por sua personalidade forte, se isso for interessante do ponto de vista estratégico da eleição, creio que aceitaria uma vice ou no eventual segundo turno apoiar Roseana. Alguém já imaginou o apelo de uma chapa formada por mulheres, com a dobradinha Roseana/Maura Jorge?

O que fica claro nesse cenário com Roseana é que ela leva a disputa para o segundo turno. E é aí que a onça começa a sentir sede. Alguém tem dúvida de, num  eventual segundo turno com Roseana e Flávio Dino, com quem se juntariam Ricardo Murad, Roberto Rocha e até Maura Jorge?

A política tem suas incoerências e ironias. Tudo o que Flávio Dino não gostaria de topar no cenário de 2018 era com Roseana Sarney. E a razão é simples. Além de trazer à lume o velho sarneísmo, a eleição acabará por se tornar plebiscitária, o que em tese não deveria tirar a tranquilidade de Flávio Dino, já que ele vive a alardear as diferenças do seu governo em relação às gestões anteriores. Mas no duro: comparando-se um com o outro, quem é de fato melhor ou pior? E para ser mais lúcido, quem seria menos ruim ou menos melhor?

Para quem venceu as eleições de 2014, prometendo romper com o atraso e inaugurar no Estado uma nova ordem política, o que vemos hoje é a saúde continua mal com críticas generalizadas no atendimento, a educação, mais ou menos;  a segurança, que seria o carro-chefe da nova gestão, permanece caótica, com facções criminosas se dando o luxo de comemorar aniversário com queima de fogos na cidade. A rigor, não existe uma única obra estruturante na capital. O governo em união com a prefeitura têm-se limitado a construir praças e a reconfigurar rotatórias. É muito pouco para uma cidade que precisa atender as demandas de mobilidade de mais de um milhão de habitantes.

Analisando grupo por grupo, vejo uma correlação de forças muito equilibrada, e se considerarmos  as chances de Maura, Roberto e Ricardo se juntarem a ela, a coisa pode pender para o lado da ex-governadora.

Do ponto de vista puramente político, Roseana e Dino se equivalem. Mesmo com a sua dificuldade de oratória, a ex-governadora detém uma coisa que em política é determinante: carisma. O que Maura Jorge também tem de sobra, acompanhada de uma bela oratória que a faz percorrer os municípios maranhenses e suas peculiaridades, com facilidade. Poderia haver um equilíbrio nesse sentido, pois Roseana não é a mesma de anos atrás, o cansaço e desgaste naturalmente chega. Já Maura Jorge nota-se que está com disposição total. Não sei por que, mas elas duas  agradam o eleitor e mantém com ele uma relação de empatia aguda, e é correto dizer que os votos dissidentes de Dino migrarão para ela e o eleitorado de Maura se divide entre ambos.

Roseana governadora era tudo o que Flávio não gostaria de ler e ouvir nestas eleições que se aproxima, mas terá que preparar os olhos e ouvidos – e quem sabe até o fígado – porque pode ser uma  realidade, ou quem sabe Maura ou Roberto apoiado por Roseana? Na política tudo pode acontecer…

 

RETRATAÇÃO

Em cumprimento ao acordo firmado na Audiência de Conciliação no Fórum da Comarca de Colinas, em que são partes Marcus Barbosa Brandão e o editor deste blog, publico abaixo a retratação formulada pelas partes que pôs fim às três demandas judiciais impetradas pelo autor Marcus Brandão.

“Em relação às postagens publicadas em agosto de 2016, neste blog, com referência a Marcus Brandão, de Colinas-MA, por ter sido consideradas ofensivas, venho, de público, me retratar das mesmas, pois não tinha a intenção de ofender sua honra, intimidade, imagem, vida privada ou sua família. Deixo claro que as publicações ocorreram no calor das emoções políticos e não tem fundo de verdade.”

Governador Flávio Dino recebe prefeita e vereadores de Jatobá

WhatsApp Image 2017-10-11 at 00.26.55

O governador Flávio Dino recebeu na tarde da terça-feira (10.10), no Palácio dos Leões, em São Luís, a prefeita de Jatobá, Consuelo Lima, e sete dos nove vereadores do Município, para tratarem de algumas demandas apresentadas pelos jatobaenses, sendo a maioria delas na parte de infraestrutura.

O convite para reunião na sede do governo estadual foi estendido inicialmente somente à prefeita Consuelo pelo secretário-chefe da Casa Civil Marcelo Tavares. A prefeita, no entanto, após consultar o secretário da viabilidade de levar também os vereadores jatobaenses e tendo o aval deste, estendeu o convite tanto aos vereadores que lhe dão sustentação na Câmara quanto aos da oposição.

“Foi uma oportunidade que tivemos de levar ao governador nossas demandas e colocar cada vereador cara a cara com o chefe do executivo estadual. E a resposta não poderia ser mais satisfatória”, disse a prefeita Consuelo.

Poços artesianos, tratores, quadras cobertas, títulos de terras, mais asfalto, melhorias para saúde, material esportivo e escolar, dentre outros pedidos feitos pela prefeita e pelos vereadores tiveram a garantia do governador que serão atendidos.

Os vereadores presentes ressaltaram que nunca haviam sido recebidos por governadores anteriormente. “É uma satisfação muito grande de estar aqui neste momento. Tenho cinco mandatos como vereador na cidade, com muito orgulho, e fiquei muito grato por ter sido recebido pelo excelentíssimo governador do estado, Dr. Flávio Dino, e que nos respondeu à altura, como já esperávamos. Mostrou que está com muita força de vontade para ajudar o nosso município. Muitas vezes o vereador não é tão lembrado, então tive esse privilégio, que é muito gratificante para o meu currículo”, disse o presidente da Câmara Municipal, vereador Edmilson Alarico.

No segundo mandado como vereador, Luzivan da Taboca também comentou a oportunidade.”É muito gratificante poder pisar pela primeira vez no Palácio do Governo, uma satisfação muito grande por ter tido a oportunidade de ficar frente a frente com o governador, sermos muito bem recebidos e poder reivindicar melhorias para nosso povo e termos a garantia de que seremos atendidos”.

A prefeita e os vereadores aproveitaram a oportunidade e convidaram o governador para as festividades em comemoração ao aniversário da cidade no próximo dia 10 de novembro e ele prometeu que vai sim participar.

Participaram da reunião os secretários Pedro Lucas Fernandes (Agência Metropolitana) e Marcelo Tavares (Casa Civil), o advogado Antenor Alencar e os vereadores Edmilson, Valdemilson, Luzivan da Taboca, Ivo de Axixá, Gil dos Cachimbos, Roberto e Firmino, e o assessor de Articulação Política da SECAP, ex-vereador Ronaldo Vaqueiro.

Nina Melo alerta para a deficiência do abastecimento d’água em municípios

A deputada Nina Melo (PMDB) alertou, na tribuna da Assembleia Legislativa, para a problemática do abastecimento d’água no Maranhão, solicitando ao governo do estado uma especial atenção para a destinação de recursos que modernizem e ampliem os serviços da CAEMA nos interiores.

A deputada tratou sobre o quanto que o povo do sertão maranhense padece com a falta d´água, região em que mulheres e crianças transportam água por meio de latas na cabeça e não é uma água ideal para consumo, gerando doenças, como é o caso da região do Turí, que dispõe de uma estação de tratamento para redução do ferro na água, que adoece famílias inteiras, principalmente em Santa Luzia do Paruá.

“Estudos mostram que cada 1 real investido em água e/ou saneamento básico, tem-se uma economia de 6 reais, pois adultos e crianças que consomem água de qualidade adoecem menos. Isso é fato”, disse a deputada.

Nina Melo também destacou da urgência na modernização e ampliação dos serviços prestados pela regional de tratamento de São João dos Patos, que atende 17 municípios e 1 povoado. Para isso, destinou R$ 1 milhão de suas emendas parlamentares para modernização e ampliação dessa regional.

“Nós, lá no sertão, já sofremos muito com clima quente, chuvas esparsas, as queimadas. Precisamos de mais atenção quanto ao abastecimento de água”, concluiu a deputada Nina Melo.

“1ª Cavalgada de Jatobá” resgata cultura sertaneja e atrai participantes de toda região

WhatsApp Image 2017-08-30 at 14.14.55
A 1° Grande Cavalgada de Jatobá, realizada no último domingo (27), foi marcada pela enorme presença dos amantes do cavalo e da vida do campo, do homem que veste um gibão e “abóia” gado, figura típica do sertão nordestino e narrada em diversos livros da literatura brasileira.

A comitiva formada por centenas de vaqueiros de todo o Médio Sertão saiu do povoado Lajeado, mais precisamente do Parque Antônio Chiquinho, passando pelo povoado Poço Redondo, Alto do Jatobá, Avenida José Anselmo, Praça de Eventos Maria Rita, até chegar à Praça de São Francisco, no centro da cidade, onde foi dada a benção pelo pároco colinense Raimundo Luzia.

Depois da benção, os vaqueiros seguiram pela Rua São Damiao até o Parque de Vaquejada Miguel Vaqueiro onde foi servido um almoço a todos os participantes.

Comitivas de diversas cidades da região participaram do evento, como p or exemplo as comitivas de Walmir, de Santo Antônio dos Lopes, comitiva do Darci, de Santa Filomena, comitiva de Fábio, de Dom Pedro, comitiva do Rei do Peixe, de Tuntum, comitiva As Brutas Também Amam, de São Domingos do Maranhão, comitiva do Léo,  da Fortuna, comitiva do vereador Gildo, também de Fortuna, comitiva dos Brandao, de Colinas, comitiva do povoado Bancos, dentre outras.

A festa teve seu encerramento tarde da noite com vários paredões e show de Luana Magalhães e trio elétrico do Juran, que tocaram até a madrugada!

Organizada pelo advogado Antenor Alencar e pelo vereador Luzivan da Taboca, a cavalgada, que contou com a presença da prefeita Consuelo e dos ex-prefeitos Miguel Bento e Ednaura, foi considerada um sucesso, sobretudo pela satisfação da população da cidade de Jatobá que interagiu o tempo todo com os participantes.

“Foi, acima de tudo, um resgate da cultura sertaneja e uma homenagem a essa figura emblemática e importante para a vida no campo que é o vaqueiro”, disseram os organizadores.

WhatsApp Image 2017-08-29 at 15.49.35

WhatsApp Image 2017-08-30 at 14.15.20

WhatsApp Image 2017-08-30 at 14.15.23

 

Juiz homologa acordo trabalhista de R$ 916 mil em causa patrocinada pelo advogado Antenor Alencar

 

Advogado Antenor Alencar, prefeita Maria da Luz e juiz Jedson Marcos: acordo põe fim a ações de mais de sete anos

Advogado Antenor Alencar, prefeita Maria da Luz e juiz Jedson Marcos: acordo põe fim a ações de mais de sete anos

O advogado Antenor Alencar, um dos mais atuantes no Maranhão e Piauí nas áreas trabalhista e previdenciária, acaba de vencer mais uma batalha nos tribunais.

No dia 20 de junho o juiz do trabalho Jedson Marcos dos Santos Miranda, da Vara do Trabalho de Presidente Dutra, homologou um acordo no valor de  R$ 916, mil entre o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público de Governador Eugênio Barros e a Prefeitura de Governador Eugênio Barros.

A decisão judicial vai  beneficiar os 88 autores de ações trabalhistas e pôr fim aos processos que tramitavam na Justiça do Trabalho desde 2010. O acordo surgiu em uma audiência mediada pelo juiz Jedson Marcos com a participação da prefeita Maria da Luz Bandeira Bezerra Figueiredo e Antenor Queiroz de Alencar Filho, advogado do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público de Governador Eugênio Barros. A reunião aconteceu no dia 6 de junho e no dia 13 foi juntada no processo a ata de reunião assinada pelos 88 reclamantes que acataram a proposta.

De acordo com o juiz Jedson Marcos, o valor da dívida será atualizado à medida que os créditos trabalhistas forem sendo pagos aos funcionários públicos. Ficou acordado que parcelas dos créditos serão liberadas todo mês, a partir do dia 30 de agosto, até o limite de R$ 30 mil do Fundo de Participação do Município (FPM). A dívida do município é referente aos depósitos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) do período trabalhado.

Honorários

Dos R$ 916 mil reais acordados, o advogado Antenor Alencar vai receber 20%, a título de honorários contratuais e mais 15% de honorários sucumbenciais, a serem pagos pela parte demandada, conforme sentença. Ou seja: mais de R$ 300 mil.

Além de advogado atuante, com ações em trâmite de Teresina a São Luís e até Brasília, Antenor também atua como procurador concursado do município de Presidente Dutra e acaba de fechar contrato com os bancos Bradesco, BMG e BMC, cuja representação na região ficará a cargo de seu escritório.

Um tapa na cara pra quem acha que o causídico vive às expensas dos recursos da Prefeitura de Jatobá.

Colinas tem novo juiz

Silvio Alves do Nascimento toma posse na Presidência do TJMA

Silvio Alves do Nascimento toma posse na Presidência do TJMA

O juiz Silvio Alves Nascimento tomou posse, nesta segunda-feira (21), na Comarca de Colinas, para onde foi removido por merecimento da Comarca de Grajaú, ambas de entrância intermediária. A remoção ocorreu na Sessão Plenária Administrativa do dia 16 de agosto.

Ao dar a posse ao novo juiz titular da 1ª Vara da Comarca de Colinas, o desembargador Cleones Cunha parabenizou o magistrado, afirmando que ele dará continuidade ao excelente trabalho desenvolvido pelo juiz Marcelo Oka (ex-titular de Colinas, promovido para a Comarca da Ilha de São Luís).

Agradecendo a confiança, o juiz Silvio Alves Nascimento afirmou que deixa a 1ª Vara da Comarca de Grajaú saneada. “Acredito que fiz um bom trabalho e que cumpri meu dever”, declarou. O magistrado disse, ainda, que suas expectativas na 1ª Vara da Comarca de Colinas são as melhores. “Pretendo me dedicar ao máximo para uma efetiva prestação jurisdicional com o objetivo de atender e solucionar todos os conflitos que me forem repassados, de uma forma justa e rápida”.

CARREIRA – Silvio Alves Nascimento ingressou na magistratura no ano de 2009 como juiz substituto, sendo em seguida titularizado na Comarca de Tasso Fragoso. Foi removido para a Comarca de Pastos Bons e promovido para a 1ª Vara da Comarca de Grajaú onde exerceu suas atividades judicantes até ser removido para Colinas.

ALTAMIRA DO MARANHÃO: homem é assassinado e população revoltada lincha bandidos e exibe os corpos nas ruas em carreata e foguetes

Arão, comerciante de Altamira do Maranhão, covardemente assassinado

Arão, comerciante de Altamira do Maranhão, covardemente assassinado

Na tarde de quinta-feira, dia 17, ao dirigir à vizinha cidade de Santa Luzia do Tide acompanhado da esposa para sacar R$ 5 mil de um empréstimo feito no Banco do Nordeste, o comerciante Arão, morador de Altamira do Maranhão, na volta, foi covardemente assassinato por três bandidos.

Primeiramente os marginais mandaram o casal parar e disseram que só queriam a motocicleta. Arão entregou, mas na hora da partida o veículo não funcionou e os bandidos pensavam que o comerciante não queria entregar a moto e foi então que desferiram um tiro nas costas de sua esposa, Rosimeire que, fingiu-se de morta, enquanto os meliantes esfaqueavam o marido. Foram mais de 40 golpes de faca, segundo informações.  Arão morreu na hora e a esposa encontra-se em estado grave num hospital de Bacabal.

Ao saber da morte do homem e que a mulher estava gravemente ferida, a população do povoado Olho D’água do Escondido (Altamira) e Duas Barracas (Santa Luzia), povoados limítrofes, onde Rosimeire e Arão tem parentes, se juntou, inclusive mulheres e crianças, cerca de 300 pessoas no total, e saiu à caça dos bandidos. Em casa mesmo só ficaram algumas mulheres fazendo comida para as outras pessoas que foram caçar os bandidos. Em poucas horas chegaram mais alguns caminhões de gente armada até os dentes com facas, facões e espingardas para a empreitada.

Já a noite um dos bandidos foi pego e entregue para a polícia. Quando outro grupo de moradores soube que o bandido estava em poder da polícia saiu à procura da viatura para tomar de volta e fazer o serviço que tinha que ser feito. A polícia chegou ainda a se esconder da multidão atrás de um lixão, mas não deve jeito. O bandido foi tirado das mãos dos policiais e linchado ali mesmo com facadas, tiros e pedradas. Conta-se que até os olhos do marginal foram furados com facas. Os outros dois não foram encontrados no mesmo dia.

“Ciência”

Reza a lenda que se uma pessoa for assassinada e durante o velório se colocar uma moeda debaixo de sua língua, não demora muito o autor do assassinato vai bater no lugar onde o morto foi enterrado ou morava. Coincidência ou não, foi exatamente isso que aconteceu. É o que eles chamam de “ciência”.

A mãe de Arão colocou uma moeda debaixo de sua língua e horas depois do sepultamento os outros dois meliantes foram parar em Altamira pedindo comida e água. Chegaram numa casa todos maltrapilhos, rasgados e com marcas pelos corpos. O dono da casa deu comida, deu água e segurou os bandidos o máximo que pôde, enquanto avisava os outros moradores.

Minutos depois uma multidão armada se aglomerou diante da casa e cercou os bandidos. Eles foram arrastados pra rua e linchados ali mesmo com tiros, facadas, chutes, pedradas… Foi mais de meia hora de linchamento.

Depois de mortos, os meliantes foram colocados na carroceria de uma picape e levados em desfile pela população pelas principais ruas de Altamira com direito a buzinaço e foguetes.

Clique no link abaixo e assista o vídeo da carreata. As imagens são fortes.