PROTESTO: acidente fatal faz moradores do povoado Cachimbos interditarem BR 135

Desde as primeiras horas da manhã de hoje a BR 135 está interditada na altura do povoado Cachimbos

Desde as primeiras horas da manhã de hoje a BR 135 está interditada na altura do povoado Cachimbos

Moradores do povoado Cachimbos, na zona rural do município de Jatobá, revoltados com a grande quantidade de acidentes às margens da BR 135, interditaram a via no km 413 entre São Domingos do Maranhão e o município de Colinas.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os manifestantes estariam revoltados por conta de mais um acidente ocorrido no sábado (31) em função da imprudência de motoristas. Duas motos colidiram e um jovem de 21 anos de idade morreu. Um dos condutores, um senhor que teve apenas ferimentos leves, estaria alcoolizado.

Uma equipe da PRF de Timon já foi deslocada até o local. A interdição acontece desde as primeiras horas da manhã e os manifestantes exigem a colocação de quebra molas em toda a extensão da rodovia.

Um longo congestionamento já se formou no local. A polícia está tentando negociar com os manifestantes mas eles já avisaram que só liberam a pista depois que as reivindicações foram atendidas.

O acidente

br3

O acidente fatal envolvendo o jovem Esperidião Leal (foto), de 21 anos de idade, ocorreu no início da noite de ontem (31) no povoado Cachimbos. A moto que o jovem pilotava colidiu com outra moto que era pilotada por um senhor de aproximadamente 60 anos que estava visivelmente embriado.

Esperidião, que era filho do comerciante de nome Valdivino, bastante conhecido na região, foi socorrido e ainda levado pro hospital regional de Presidente Dutra, mas veio a óbito antes de chegar à casa de saúde.

Por sua vez o senhor foi levado para o hospital municipal de Colinas e não corre risco de morte.

(Com informações do iDifusora e detalhes de Marcos Vinícius)

Folha de S. Paulo cria novo conceito de nepotismo para denunciar Flávio Dino

 

Jornal GGN – Na edição de hoje o jornal “denuncia” o novo governador do Maranhão Flávio Dino pelo fato de nomear pessoas que são parentes de outras pessoas do mesmo governo.

A “denúncia” é que a namorada do Secretário de Articulação Política Márcio Jerry chefia o gabinete do governador e sua irmã é número dois da Secretaria de Esporte e Lazer.

Segundo a própria reportagem, a namorada de Jerry é dirigente do PCdoB – o partido do governador – e a irmã tem carreira no serviço público tendo chefiado o departamento do idoso da pasta na gestão Roseana Sarney (PMDB) e atuado  no Ministério do Esporte.

Com a “denúncia” o jornal inaugura uma nova etapa do conceito de nepotismo.

 

IMAGEM DO DIA: a nova marca do Maranhão

maranhao

Essa é a nova marca do Governo do Maranhão, lançada nesta quarta-feira, dia 29.

COLINAS: paciente denuncia falta de material no Hospital Municipal Nossa Senhora da Consolação


Na manha desta segunda-feira (26) uma paciente do Hospital Municipal Nossa senhora da consolação, em Colinas, denunciou à equipe de reportagem da TV Nova Era  o descaso  vivido por muitos  diariamente naquela  unidade de saúde.

O hospital que antes contava com atendimento médico para o município e região, hoje chega a faltar até medicamento dos mais elementares para seus pacientes.

A senhora que não quis se identificar disse ainda que está com seu parente internado e teve que comprar gazes porque estava em falta no hospital. Ela reclamou também demora no atendimento e das condições físicas do prédio onde funciona a casa de saúde.

No portal do Fundo Nacional de Saúde é possível ver que só este mês foram repassados exatos 1.566.277,01 ao município , dinheiro suficiente para resolver de vez esse e outros problemas do hospital .

(Com Redação de Luiz Filho)

MAIS UM: secretário de Esportes de Colinas pede demissão

 

jhO secretário de Esportes de Colinas, João Haroldo Barroso, foi mais um a pedir desligamento do governo Antonio Carlos.

Não se sabe as razões que o levaram a entregar o cargo, mas desde a campanha do ano passado que o clima entre ele, o prefeito Antonio Carlos e os demais auxiliares do governo não era dos melhores.

Como todos sabem, a família de João Haroldo é politicamente ligada ao governador Flávio Dino, sendo o seu irmão, Márcio Jerry, o secretário de Estado da Articulação Política.

Na campanha de 2014 o gestor colinense apoiou o candidato Edinho Lobão e exigiu que todos os secretários e demais auxiliares diretos, incluindo João Haroldo, também o fizessem.

Por razões óbvias, já que seu irmão era um dos principais coordenadores da campanha de Flávio Dino, João Haroldo não só deixou de participar da campanha de Lobinho como fizeram os demais secretários, como também se declarou em público eleitor do comunista.

E a pressão para que deixasse o cargo, vinda principalmente de alguns aliados mais afoitos do prefeito, vem desde então.

Com a saída de João Haroldo o único nó que ainda prendia a família Barroso ao prefeito Antonio Carlos foi desatado de vez.

Em tempo I: para a pasta dos Esportes no lugar de João Haroldo o nome a ser anunciado pelo governo deve ser o do ex-candidato a vereador Robertão, que não entende bulhufas de esportes.

Em tempo II: outro que deve deixar a equipe do prefeito Antonio Carlos nos próximos dias deve ser o secretário de Obras, Luís Porto. Para seu lugar o nome mais cotado é o do próprio filho, Luís Porto Filho, que desde o início já atua como uma espécie de auxiliar indireto do pai.

Márcio Jerry garante que governo ampliará atividades desenvolvidas pela Fundação da Memória Republicana



jerryO Governo do Maranhão instituiu uma comissão para assumir a Fundação da Memória Republicana Brasileira (FMRB), que funciona no Convento das Mercês, no Bairro do Desterro. Formada por representantes do governo, especialistas técnicos e pessoas do bairro, a comissão dará continuidade a partir de amanhã (19) às atividades já desenvolvidas no local e ampliará a programação a partir de estudos de necessidades e de demandas da própria comunidade.

“Vamos manter as atividades em prol da comunidade e ainda ampliar a programação”, explicou o secretário de Articulação Política e Assuntos Federativos, Márcio Jerry. Atualmente, a FMRB oferece às crianças e aos jovens do bairro do Desterro e adjacências projetos de reforço escolar, cursos profissionalizantes e curso pré-vestibular.

Desde o dia 2 de janeiro, a FMR está sob a gestão da Secretaria de Cultura. “Essa comissão que assumirá a Fundação a partir de amanhã realizará estudos sobre a estrutura do prédio, sobre as atividades já desenvolvidas e sobre o importante acervo histórico ali presente”, destacou a secretária de Cultura, Ester Marques.

Diálogo com a comunidade

Para garantir a continuidade das atividades da FMRB, representantes do governo se reuniram na tarde de hoje (18) com a comunidade do Desterro. Além dos secretários Márcio Jerry e Ester Marques, participaram do encontro os secretários Francisco Gonçalves (Direitos Humanos e Participação Popular), Márcio Jardim (Esportes) e o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Alex Oliveira.

“Ficamos todos muito satisfeitos com a vinda de todos esses representantes do governo aqui. Isso nunca havia acontecido antes. Estamos muito felizes com a garantia de que os bons projetos vão continuar e outros novos serão iniciados, ainda mais com a nossa participação nesse processo de ampliação”, destacou o presidente da Associação de Moradores do Centro Histórico de São Luís, Dênis Cutrim de Lima.

Além da garantia da continuidade das atividades, a comunidade do Desterro ainda recebeu duas outras boas notícias na reunião: a instalação de um Ponto do Saber no bairro e o Projeto Universidade para Todos Nós, ambos da Fapema. “O Ponto do Saber consiste na instalação de um laboratório com computadores e internet no bairro, facilitando o acesso a cursos online pela população da área. Já o Universidade para Todos Nós prevê bolsas de estudos para alunos de cursos universitários instalados no Centro Histórico, que desenvolvam trabalhos que melhorem a vida dessa população”, explicou o presidente do órgão, Alex Oliveira.

“Flávio delegará poderes e realizará um grande governo”, garante Carlos Brandão

carlosbO vice-governador Carlos Brandão (PSDB) garantiu, ontem, que o governador Flávio Dino delegará poderes e fará um grande governo. Brandão informou que participou da formação da equipe de governo, por solicitação do governador, e que indicou nomes técnicos de fora do partido com o objetivo de fortalecer o Executivo.

Sobre a sua manutenção à frente do comando da Executiva Regional do PSDB, e dos projetos do partido para as próximas eleições com novas filiações, Brandão revelou que convidou os ex-prefeitos Luiz Fernando (Ribamar) e Hilton Gonçalo (Santa Rita) para se filiarem ao PSDB, e afirmou que os dois estão analisando o convite.

“O PSDB está se fortalecendo visando às próximas eleições”, assegurou. Atualmente, o partido possui oito prefeitos, dois deputados estaduais e um federal. “Vamos trabalhar para fortalecer a legenda no Estado”, garantiu.

Brandão falou sobre o programa que o governo lançou para aumentar o Índice de Desenvolvimento Humano – IDH nos 30 municípios maranhenses mais pobres. Independente dos partidos aos quais os prefeitos estejam filiados, Brandão conta que será realizado um mutirão, levando, por exemplo, água encanada, habitação popular e 13º. do Bolsa Família.

Lembrou que, além da confiança, soma a amizade que possui com o governador, desde que ele deixou de ser juiz para ser candidato a deputado federal. “Além da confiança e amizade, ele sabe que terá sempre um vice-governador aliado em qualquer momento”, assegurou.

O vice-governador elogiou a equipe de governo e as medidas anunciadas por Flávio Dino, como a convocação de policiais, contratação de professores e enfrentamento do baixo IDH. “É uma equipe escolhida a dedo. Muitos jovens já estão trabalhando desde que saiu o resultado da eleição, Eles estão com vontade de acertar”, apontou. Por fim, Brandão ressaltou que Dino fará um governo de combate à corrupção. (Jornal Pequeno)

A importância de Antenor Alencar pra Jatobá

 

O blog Antenorrende hoje uma singela e justa homenagem advogado Antenor Alencar pelo brilhante trabalho que vem desenvolvendo no médio sertão maranhense e principalmente em Jatobá.

Quando chegou em Jatobá três ou quatro anos atrás, Antenor era conhecido por ser o marido da então vice-prefeita Consuelo Lima.  Mas essa condição ficaria para trás nos meses seguintes.

Simpático, inteligente e cuidadoso com as palavras, o jovem causídico foi se destacando dia a dia pela desenvoltura com que fazia as articulações necessárias para a eleição da mulher em 2012 e pela forma como se dispôs a ajudar a população, resolvendo do mais simples ao mais complicado dos problemas, seja ele ligados a área jurídica ou não.

Além do jeito cordado, Dr. Antenor, como ficou conhecido pelos jatobaenses, logo mostraria também que além de exímio articulador político, era na verdade um brilhante advogado com uma carreira bem sucedida em toda a região.

Com a mulher eleita prefeita, muitos achavam, principalmente a oposição, que ele iria mudar sua postura ou agir de maneira diferente. Mas não. Antenor continuou o mesmo e, ao contrário do que se imaginava, aumentou seu leque de amigos e admiradores na cidade e continuou desenvolvendo seu trabalho na área jurídica com forte atuação em favor da população.

São centenas de causas ligadas à previdência social e assuntos trabalhistas já resolvidos. Quantas e quantas vezes Dr. Antenor não se deslocou de Jatobá para São Luís com dezenas de clientes para audiências tanto na área trabalhista quanto na área previdenciária? E detalhe: sempre arcando todas as despesas com dinheiro do próprio bolso.

Bem sucedido e com um escritório muito movimentado localizado na vizinha cidade de Presidente Dutra, onde também atua como Procurador concursado do município, Antenor não é só competente na área jurídica, onde atua com muito zelo e retidão.

Se hoje o município de Jatobá mantém equilíbrio fiscal e financeiro, com salários de servidores em dias e outras importantes ações nos quatro cantos, deve-se também à sua postura reta e despreendimento da coisa pública.

Por tudo isso e principalmente por ser um homem de palavra é que Antenor Alencar é hoje um homem admirado e respeitado pelo povo jatobaense que já o consideram um dos seus.

Mas é como auxiliar informal da prefeita Consuelo Lima que Antenor faz seu melhor papel: o de sempre aconselhar a gestora a tomar as medidas necessárias, mesmo que sejam duras, para o bem de todos os munícipes.

E o jatobaense agradece.

 

CAOS NA SAÚDE: pra não se molhar, paciente é coberto com saco de lixo ao ser transportado em ambulância do SAMU de Colinas

 

Pra não se molhar, o paciente foi coberto com saco de plastico dentro da ambulância do SAMU

Pra não se molhar, o paciente foi coberto com saco de plastico dentro da ambulância do SAMU

Colinas protagonizou mais uma vez cenas de total descaso com a saúde pública.

No momento em que era transportado numa ambulância do SAMU, um paciente teve que ser coberto com um saco de plástico, desses de lixo, porque chovia muito na cidade e, pra lascar com tudo de vez, dentro do veículo, que se encontra em péssimas condições físicas, molhava tanto quanto fora.

Nada mais desumano pra quem já está enfermo e necessitando de cuidados especiais.

Em nota o SAMU pediu desculpas pelo o ocorrido e associou o problema da viatura à grande demanda em função das festas de fim de ano.

Certo mesmo é que a cena deplorável nada mais é do que um retrato fiel daquilo que se tornou a saúde de Colinas hoje.

(Com colaboração de Luiz Filho)

Diálogo escroto: toma lá, dá cá!

 

O diálogo abaixo transcrito foi presenciado por alguns funcionários do alto escalão de uma prefeitura do médio sertão maranhense. E se deu entre dois figurões ocupantes de cargos de confiança do(a) excelentíssimo(a) prefeito(a). Reparem:

- Rapaz, tu é um safado que desviou mais de R$ 100 mil reais em menos de dois meses. Como explicar o fato que há menos de dois anos atrás tu não ter nada e agora tá desse jeito, de cangote grosso, carrão do ano e gastando sem parar? – Disse um afobado cabra. O outro não deixou por menos e respondeu:

- Eu desviei R$ 100 mil? Prova, seu cachorro, que eu desviei esse dinheiro! Agora tu, sim. Essa cidade toda sabe que tu não passa de um ladrão vagabundo que não tá nem aí pra nada e só quer sucatear essa porra. E eu tenho como provar.

O outro, o que deu início a discussão, calado tava, calado ficou.

Como diz papai: quem cala, consente.